8 Estratégias para vender mais com marketing de conteúdo

 

8 ESTRATÉGIAS PARA VENDER MAIS COM O MARKETING DE CONTEÚDO

8 Estratégias para vender mais com marketing de conteúdo

8 Estratégias para vender mais com marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é um ramo do marketing digital. Com o advento da internet no mundo globalizado contemporâneo, muitas coisas tiveram que ingressar nesse mundo, no intuito de acompanhar o fluxo de informações e não ser deixado para trás frente as novas tendências. Dessa maneira, produtos e serviços de diversas gamas migraram para o mundo virtual.

A publicidade digital é o ramo da publicidade que mais cresce no mundo, de maneira que é estimado que no ano de 2016, os investimentos nesse tipo de publicidade superariam os investimentos na publicidade de televisão, até então, a mais bem-quista dentro do campo.

Pode-se perceber, então, o reflexo do que a inserção no mundo virtual no que tange às estratégias de vendas. Assim, se pode observar tamanha relevância do marketing digital para aqueles que desejam ser bem-sucedido nos negócios, considerando o marketing de conteúdo uma destas estratégias de vendas.

O marketing de conteúdo é uma ferramenta utilizada pelas empresas para atrair views para suas home pages. O método utilizado é justamente o de promover conteúdo de qualidade e publica-los nas páginas, para que leitores interessados nos textos possam alcançar a homepage e explorar outros aspectos que se podem oferecer sobre estes.

Um exemplo prático do funcionamento de marketing de conteúdo é uma loja online de roupas publicar artigos sobre a história da moda ou sobre as principais tendências para o ano. Outro que se pode citar é uma empresa que vende softwares para contabilidade formular um calendário com todos os eventos mais importantes na área sobre o ano.

A estratégia é a de fazer que o leitor se torne um possível cliente. Se você vende corseletes atraia o leitor através de um bom artigo de como o corselete era utilizado historicamente e você pode torna-los possíveis clientes ao oferecer seus produtos.

Dados sobre o marketing de conteúdo

Para que você, leitor, possa ter uma perspectiva do funcionamento do marketing de conteúdo, vamos aqui divulgar alguns dados sobre o tema que definirão o panorama do campo. De acordo com uma pesquisa publicada pelo PR Daily:

  • 90% dos consumidores acreditam que conteúdo de personalizado é útil.
  • Dessa maneira, o conteúdo interessante é uma das três maiores razões pelas quais as pessoas seguem páginas em mídias sociais.
  • 75% das pessoas não acreditam em anúncios.
  • Site com Blogs tem 434% mais paginas indexadas.
  • Mídias e blogs contabilizam 23% de dedicação do tempo gasto online.
  • 78% dos diretores de marketing acredita que o futuro do marketing está no conteúdo de qualidade
  • Empresas B2B (91%) e B2C (86%) de utilizam de marketing de conteúdo.
  • As empresas investem 25% de seus orçamentos em marketing de conteúdo.

Dados sobre consumo online

Complementando o panorama, é importante se destacar como os consumidores brasileiros estão consumindo virtualmente.

O Brasil conta com 94 milhões de internautas aproximadamente, onde 50,7 milhões tem acesso regular à internet e destes 50 milhões, 38% usam a internet todos os dias. Assim:

  • 87% dos brasileiros utilizam a internet para pesquisar produtos e serviços.
  • A opinião de pessoas conhecidas contempla 90% dos consumidores
  • Reviews online são confiáveis para 70% dos consumidores.

Considerando tais dados, podemos avaliar quais são os impactos do marketing de conteúdo para uma empresa. As impressões que o marketing de conteúdo pode deixar são bastante grandes, uma vez que, observando o advento da publicidade digital aliado ao aumento de internautas no país, você pode alcançar muito mais gente.

O ramo da publicidade digital, em âmbito nacional, se limita muito aos anúncios e banners, sendo outros tipos acabam ficando bastante negligenciados.

Vale a pena investir no Marketing de Conteúdo?

Vale e muito. Observe novamente os dados considerados. O novo perfil de consumidor é aquele que gosta de saber do que estão comprando, se as pessoas gostaram do produto, de saber porque comprar o seu produto e não o do concorrente. Você precisa se vender como se no seu negócio online, o seu cliente não poderia produto melhor em um lugar melhor em um momento melhor.

Conceitos do Marketing de Conteúdo

Para aqueles que estão sendo introduzidos ao mundo do marketing de conteúdo, alguns conceitos básicos devem ser definidos para auxiliar na comunicação e na formulação de estratégias.

Inbound Marketing

Inbound Marketing é o Marketing de Conteúdo, com um nome estrangeiro.

Persona

Por persona, se deve entender como a personificação do seu cliente ideal. Você precisa conhecer como é o seu público: como ele consome, onde ele pesquisa e por onde ele consome esse conteúdo. Dessa maneira, você cria conteúdos mais assertivos, que geram maiores impressões.

Lead

Lead, em resumo, é visitante que pode se tornar um possível cliente. Ele adquiriu alguma informação em troca de algo gratuito. É um indicativo de interesse no conteúdo, no serviço ou no produto que o seu negócio pode oferecer.

SEO

SEO é uma sigla para Search Engine Optmization, ou Engenharia de Otimização de Buscas. É o que ajuda os buscadores a entender o que é o seu conteúdo e exibi-lo nas primeiras páginas quando o lead buscar pelas palavras-chaves. Assim, o conteúdo deve ser otimizado ao máximo, de maneira que as palavras-chave sejam distribuídas ao longo do texto adequadamente. No entanto, o SEO não se limita as palavras-chave – técnicas de SEO On Page (codificação das páginas do site) e de SEO Off Page (obtenção de links externos) precisam ser aplicadas para otimizar o trabalho do SEO.

Keyword

Keyword é um termo que pode ser traduzido como palavra-chave. É um elemento importantíssimo do Marketing de Conteúdo, uma vez que é através das keywords que o SEO pode atrair clientes. Elas precisam estar bem distribuídas ao longo do texto para que se chame atenção e se fixem o conteúdo.

Oferta

Oferta é justamente o que você pode oferecer para o cliente para que ele se torne um lead e queira fazer parte, minimamente, do mailing da sua empresa. Para que ele queira fornecer seus dados e fazer parte do data-base do seu negócio, é preciso que você ofereça algo que seja visualmente bonito, bem escrito e de conteúdo interessante.

Call to action e Landing Page

Dois conceitos que andam próximos, podem ser traduzidos como “Chamar para ação” e “Página de Pouso”. O Call To Action é um botão convidativo para que o seu cliente queira deixar seus dados no database da empresa e a Landing Page é uma página de abertura, onde o seu cliente chega através de mecanismos de buscas – é onde devem estar a oferta e o call to action.

Elementos do Marketing de Conteúdo

O Inbound Marketing pode se utilizar de sete elementos que são ferramentas essenciais de produção de conteúdo. Elas devem gerar conteúdo bom o suficiente para destacar o seu negócio frente ao negócio de seus concorrentes. Cada um destes elementos tem características próprias e devem ser considerados estratégias diferentes para cada um deles. Os elementos são os seguintes: blog, mail marketing, vídeo marketing, infográficos, whitepapers/e-books, webinários e as mídias sociais. Vamos aqui tratar de cada um deles e de suas melhores estratégias.

Mídias Sociais

Você, muito provavelmente, tem alguma conta em alguma mídia social. Consta-se que a maior parte do tempo gasto pelo brasileiro se volta para as mídias sociais. Dentre as mais utilizadas, podemos citar o Facebook, o Twitter e o Instagram.

Para promover o marketing de conteúdo nas mídias sociais, é importante que você saiba quais são os assuntos que o seu público vai compartilhar mais. É importante também que você crie um conteúdo cujo compartilhamento seja fácil. Deve se evitar criar contas nas mídias sociais se você não tem uma estratégia planejada para ela.

E-mail Marketing

Certamente, você tem alguma conta de e-mail que usa periodicamente. O seu e-mail é a sua forma de comunicação mais básica pela internet. Usar-se do e-mail para promover o marketing de conteúdo pode ser muito barato e muito prático.

Você pode usar algumas coisas para deixar o contato do e-mail marketing mais pessoal, como utilizar o seu nome no e-mail ao invés de um nome de empresa ou de produto. O título deve chamar atenção, o e-mail deve ser prático e curto e o link para se descadastrar deve estar facilmente a vista do leitor.

A prática de spamming vai apenas te ocasionar que você encha a caixa de e-mail do seu cliente e pode ocasionar que você seja bloqueado por eles.

Vídeo Marketing

O vídeo marketing é uma ferramenta na qual você pode conquistar o cliente de uma maneira mais dinâmica e mais impactante, com diferentes recursos audiovisuais. Deve ser gravado um vídeo de boa qualidade, com script, que deixe uma boa primeira impressão e seja focado no cliente.

Whitepapers e E-books

São conteúdos de texto que tem mais corpo que um texto comum, se aprofundam mais no assunto. É como se fossem cartilhas online, onde o design e a diagramação devem ser atraentes. Não se prenda a modelos prontos que contenham pouca informação, e criando um índice clicável.

Blogs

Os blogs são uma importante ferramenta para o marketing de conteúdo dado a sua popularidade na internet contemporânea. Você deve criar textos curtos e práticos, que demonstrem o assunto de maneira dinâmica e fluida. Não esqueça de revisar o artigo, uma vez que artigos mal escritos acabam com a sua credibilidade.

Infográficos

Dinâmicos, bem coloridos e com design arrojado, os infográficos são uma maneira mais leve de passar uma informação. São práticos e podem ser interativos. Evite colocar muita informação neles e tenha certeza dos dados colocados. Uma boa diagramação e uma boa escolha de cores é primordial.

Webinários

Os Webinários são seminários via web: são reuniões interativas com o público que assiste. Escolha temas interessantes e seja breve na sua apresentação. Divulgue os webinários e deixe sua inscrição fácil.

8 estratégias de marketing de conteúdo

Compare e descubra qual o melhor horário para atingir os seguidores

Faça posts em horários diferentes e utilize-se de programas para avaliar as impressões e os engajamentos destes. Dependendo de como o seu post repercute, você deve avaliar quais os melhores horários e conteúdos para serem postados de acordo com o público do seu negócio.

Avalie qual é o conteúdo certo para a rede social certa

Vamos citar exemplos práticos: você precisa se focar nas fotos e nas tags para os Instagram; tweets curtos e práticos para o Twitter; o Facebook comporta live vídeos – como webinários –, infográficos e até alguns textos. Você precisa focar no compartilhamento do material para pensar no engajamento e fazer com que cada vez mais pessoas vejam o seu conteúdo.

Compartilhe seu conteúdo no horário ideal

Depois de avaliar quais são os horários de maior movimento e que geram maiores engajamentos do seu público, você vai perceber que existe um horário onde tais engajamentos atingem o seu pico. Para elevar tal engajamento, compartilhe sempre o seu conteúdo principal do dia nos maiores picos de compartilhamento e engajamento.

Use o seu público como base para novos conteúdos

Avalie como o seu público reage aos conteúdos e se inspire no seu estilo para promover conteúdos mais atraentes que promovam maiores engajamentos e tragam outras pessoas para visitar a sua página de serviços.

Qualifique os seus clientes

Muitos leads gerados fazem com que sua equipe tenha uma sobrecarga de lidar com eles. Você deve separar ou segmentar os seus contatos antes de lidar manter contato. Isso é benéfico porque pode trazer um relacionamento mais próximos com seu cliente, fazendo com que ele seja bem atendido e que as oportunidades mais adequadas serão redirecionadas para o endereço certo.

Processo mais ágil com a automação

A automação de posts faz com que você poste o conteúdo certo no horário certo, sem que você tenha que estar necessariamente online. Ainda, permite que você revise e corrija possíveis erros que possam estar presentes. E no caso de e-mails, facilita o envio de e-mail para listas de mailing grandes e diferentes.

Use o Google AdWords

O Google AdWords é uma ferramenta poderosa. Permite que você gerencie as keywords e faz com que maiores públicos alcancem seus posts e permite você gerenciar o engajamento e alcance das keywords.

Crie landing pages e CTAS efetivos

Uma landing page com um bom design e boa oferta são fundamentais para uma boa ferramenta de Inbound Marketing. Um call to action atraente, inserido em um bom design também faz com que você angarie um maior número de leads.

Bait Marketing Digital é famosa por criar campanhas que geram milhões em orçamentos para seus clientes, além de ajudar seus clientes com consultoria para melhorar as vendas, tudo isso sem cobrar antes do trabalho, pois garantem o resultado. A única a trabalhar no sistema PPS.

campanha

EBOOK

RECEBA CONSULTORIA GRÁTIS

[wysija_form id="1"]

Mais sobre nosso blog

Veja todos os posts